Sonhar agora ...







Culpo o pensar por tudo,
As árvores e o mar
O vento sem parar e o mundo
Puder sonhar meu sentir,

Culpo o pensar por tudo,
A vontade, sobretudo a
Pequena, a natureza parece
Ilusão apesar de ser feita
Para me achar e não pra me
Perder dela,

Culpo o pensar por tudo,
O que fica e tudo que há,
Antes do pensar meu está
O que os outros conhecem
Já que não sei eu mas podia,
Escutando o dia e o vento,

Culpo o pensar por tudo
O que é e o que foi, tudo isso
É o que é e o pensar incluo
Nesse mundo sem terra,
Quanto mais minha
A consciência de tudo ou todos,

Culpo o pensar por tudo
Mesmo o mesquinho e o destino,
Puder ser outro que não isto,
Outra coisa é o sonho,
Onde creio em tudo e que sinto,
O vento sem sossego,

As árvores e o mar
O vento sem parar e o mundo
Puder sentir meu sonhar
D'agora, o mesmo...


Jorge Santos (08/2016)
http://namastibetpoems.blogspot.com

Sem comentários:

tradutor

center>

Arquivo do blogue