Quero o beijo antes que seja boca,




Quero o beijo antes que seja boca,


Quero o beijo antes que seja boca 
A íntima delicadeza do fazer amor !!!
A sensação de grandeza ao cantar o hino
A agudeza do orgasmo e a cor dos sonhos

Um flor e uma ponte ligadas por um arquitecto
Louco, quero sobretudo o beijo antes que a boca
E as orgias de tudo o que me é exterior 
Pra que possa ver do outro lado, 

As coisas sonhadas do lado de cá de tudo,
A íntima delicadeza do fazer amor !!!
A agudeza do orgasmo e a cor dos sonhos,
A sensação de grandeza ao cantar o hino,

A certeza de uma boca meio-aberta,
O movimento com que cinjo a tua cintura
E a aperto contra mim em linha recta,
Tal como a intercessão de pensamento

Que tento e não consigo, não sou mágico,
Não sou magnífico, o que digo é o que sinto
E o que a alma deixa cair no chão, se parte
Numa sucessão de pedaços que não é carne,

Não é sangue mas dão a sensação de ser boca,
Perdida enfim a fé no beijo antes de ter vida, 
Mas não neste meu ritual que é falar despido,
Sentir que te aperto contra mim por puro gozo,

Não por estética, efémero o beijo, a troca
Da dor pelo amadurecer, da serra o amarelar
Do chão ... 






Jorge Santos (05/2018)
http://namastibetpoems.blogspot.com


Sem comentários:

tradutor

center>

Arquivo do blogue